UPDATE | Resumo dos últimos dias.

UPDATE | Resumo dos últimos dias.

Vou ser mais uma daquelas pessoas que já enjoam por estarem sempre a dizer que querem ir de férias. Sim, é um enjoo mas a verdade é que:

 

Mal posso esperar para ir de férias!

 

Férias essas que vão requerer um planeamento extra porque, pela primeira vez, vou viajar com a cria e isso implica uma organização daquelas! Estou quase, quaaaase a entrar na fase da criação de listas para me orientar. Depois digo qualquer coisa.

 

Até lá, continuo a dividir o meu tempo e dedicação entre trabalho, família, blog e a mais uma ou outra coisita que me vai despertando o interesse. Não tenho lido tanto quanto tinha planeado e isso deixa-me um bocado desapontada comigo mesma mas, com calma vamos lá. Em compensação, tenho conseguido moderar o consumismo, reaproveitar roupa e cosméticos e manter uma rotina de organização diária aceitável.

 

Quanto ao blog, tenho vindo a abrir os horizontes para colaborações com outros bloggers e tenho já alinhavados alguns posts. O meu objectivo é trazer mais e melhor conteúdo trocando experiências com outros autores e, claro, com os leitores deste sítio :).

 

O César já vai fazer 11 meses e estou a bater mal com a velocidade com que o tempo está a passar. Entre os 9 e os 10 meses notei um grande salto no desenvolvimento dele e é um grande privilégio poder presenciar este crescimento constante todos os dias ❤

Ás vezes também me pára o coração quando ele tenta partir a boca ao bater com a cara no chão mas, faz parte. Segundo dizem, mãe sofre!

 

Espero que continuem por cá e não hesitem em dar o vosso feedback 😀

Acompanhem-me também no Instagram e no Facebook!

giphy.gif

 

 

A*

Dia-a-dia | 5 Hábitos do bem!

Dia-a-dia | 5 Hábitos do bem!

Tento sempre contornar o cansaço, o stress e a correria do dia-a-dia com algumas coisas que, até agora, me têm ajudado a manter a sanidade mental e a levar as rotinas com mais leveza.

 

Se resultar para vocês também, ótimo <3!

 

Comer bem – A alimentação tem uma grande importância no meu bem-estar. Não só físico mas psicológico também. Sinto que estou a fazer melhor por mim se cultivar hábitos mais saudáveis (ainda que peque, sem culpa, quando me apetece) e tento incluir esses hábitos no dia-a-dia. Para mim, é uma forma de amor-próprio e auto- valorização, por isso, tento abusar das frutas e dos vegetais todos os dias. Faz bem ao corpo, à mente e sinto que estou a cuidar de mim.

Escrever – Escrever é das melhores coisas que se pode fazer em momentos de stress ou tristeza. O objetivo não é criar uma obra literária mas exteriorizar o que nos está a deixar nervosos, tristes, ansiosos ou zangados. Muitas vezes, em duas linhas já nos sentimos mais leves.

Mexer-me – À semelhança de comer bem, a atividade física também é uma forma de cuidar de mim. O problema é que eu não sou grande fã de ginásio e nunca me vão ver a sair cedo de casa para ir correr. O que é que posso fazer? Usar escadas, andar a pé sempre que há oportunidade, dançar enquanto aspiro o chão (esta é gira de se ver…ou não xD) e aproveitar todas as oportunidades para me mexer durante o dia.

Desconectar –  Seja a ler, a ouvir música, a jogar ou qualquer outra forma, eu preciso muito, muito de me desligar das obrigações e responsabilidades e aproveitar todos os momentos para fazer algo que me distraia. As viagens nos transportes públicos são os meus momentos de eleição para estas coisas.

Amanhã é outro dia – Não vale a pena sofrer já hoje pelo que, talvez , amanhã nem vai ser assim tão mau. O que hoje é, amanhã pode não ser e, a não ser que seja um caso de vida ou morte, pode esperar até amanhã. Nada de ir para a cama já com medo do dia a seguir, não. Precisamente o contrário. Descansar bem agora, porque amanhã é outro dia e o que quer que me esteja reservado, pode esperar.

 

Cuidem-se!

 

A*

Organização | Planner & Escrever no papel.

Organização | Planner & Escrever no papel.

Convém frisar, antes de mais, que eu adoro, adooooro, material de papelaria. Adoro blocos, cadernos, canetas, marcadores, post it’s e todos os adereços que para eles existem.

Quase todos os anos tento ter uma agenda/planner não só para me ir organizando, como também porque sei que o registo diário de afazeres e ideias cria muitas memórias. Tentei recentemente fazer tudo isto no telemóvel porque está sempre comigo e porque existem 1001 apps que me podem servir. Tentei mas, como em anos anteriores, foi um fail. Para juntar à festa nunca fui pessoa de apontar coisas e sempre tive a mania de armazenar a informação só e apenas na minha cabeça, o que até funciona mas, acaba por falhar a determinada altura.

Sem grandes planos de, no início do ano tentar outra vez organizar-me escrevendo, dei de caras com uma agenda que vinha com a revista TELVA. Não compro revistas há séculos e nunca li a TELVA mas tive de parar naquele quisoque para trazer a agenda comigo.

 

14822530184898

Apesar de antes achar o contrário, o facto de escrever no papel ajuda-me imenso não só a memorizar, como a focar-me naquilo que realmente preciso de escrever e anotar. Uso uma panóplia de canetas com cores foleiras, com glitter e marcadores para dar algum ânimo à coisa e para que, visualmente, se torne apelativo (I’m all about that) e me faça ler o que vou escrevendo.

Não só tem vindo a ser muito útil, a utilização de um planner também tem sido bastante terapêutico, no sentido em que a organização do dia-a-dia dá-me alguma paz, uma sensação de que estou a fazer as coisas bem e que sou capaz de fazê-las sem grandes stresses.

Não sigo uma regra de organização fixa mas tenho algumas diretrizes.

Ficará para outro post ^^!

 

E por aí, também usam agendas/planners?

 

A*