Cabelo | Adeus, Cabelo Comprido.

Cabelo | Adeus, Cabelo Comprido.

 

Apesar de eu ser fã da máxima: “É só cabelo” a verdade é que nem sempre agi consoante a mesma.

Sempre fui muito aventureira e nunca me coíbi de fazer o que quer que fosse ao cabelo, nem que isso significasse danos quase irreversíveis (haviam de ver-me chorar enquanto secava o cabelo recém descolorado e o via VOAR da minha cabeça…).

Apesar de todas as tintas, descolorantes, cortes caseiros, placas ardentes e secadores em fogo o meu recurso à tesoura foi sempre, digamos, modesto.

Depois de ter decidido tentar ressuscitar esta cabeleira tão fustigada sem a cortar toda de vez, realmente comecei a poupar nas agressões.

De um cabelo seco, sem brilho e já sem os seus caracóis naturais, passámos a ter uma melena farta, encaracolada e com vida. Nunca deixei de pintar mas reduzir o calor, dobrar nas hidratações e demais tratamentos e ir aparando as pontas de vez em quando serviu para devolver a vida aos fios.

Foi uma jornada de 4 anos onde aprendi muito sobre cabelo mas também sobre mim. Sobre a minha noção de identidade, sobre a libertação de rótulos e sobre aquilo que levamos dentro, que é realmente o que nos define e se reflecte no nosso estilo.

Tantos produtos, tantos cuidados e tanta dedicação para agora…cortar tudo!

Pois é, cortei o cabelo quase todo.

 

Porquê?

 

Porque queria mudar.

Porque queria experimentar.

Porque queria sair da minha zona de conforto.

Porque não estava nada contente com o que tinha.

Porque posso.

Porque é só cabelo!

 


Adoro o resultado e, ao contrário do que sempre pensei, identifico-me imenso com o cabelo curto.

 

Só tenho pena de não o ter feito mais cedo 😉

 

A*

Receita | Bolo de Maçã Saudável

Receita | Bolo de Maçã Saudável

Comida. Outra vez!

E doce! Porque só consigo pensar em comer, apetece-me sempre um docinho aqui e ali e porque amamentar suga-me a vida!

Adoro maçãs, mas não qualquer uma, por isso, numa tentativa de aproveitar umas maçãs que tinha aqui e que não me agradavam muito, decidi fazer um bolo com elas.

O objectivo é saciar estes desejos de forma saudável e também deixar fluir um pouco a criatividade na cozinha. Como não sou a melhor pasteleira ao cimo do Terra (…nem de longe!) faço sempre estas coisas a medo, principalmente porque faço tudo sem açúcar mas quero que fique doce!

Escusado será dizer que muitas coisas ficaram tudo menos doces x_x.

Recém descoberta na minha cozinha, a farinha de arroz tem sido aquele ingrediente que tem servido para quase tudo e, devo dizer, que tenho adorado os resultados.

Sem glúten e com baixa absorção de gorduras é extremamente versátil, servindo para bolos, polmes, espessantes e papas.

Então, num destes dias pensei: É hoje que sai o bolo com farinha de arroz!

Passamos então à receita:

Ingredientes:

  • 1 caneca de farinha de arroz
  • 2 ovos
  • 1 caneca de maçã
  • 6 colheres de sopa de leite
  • 1/4 caneca de azeite ou oleo de coco
  • 1 iogurte de coco (podem usar o sabor que quiserem. Usei um sem açucar)
  • 2 colheres de sopa de mel
  • 1 caneca de flocos de aveia
  • 2 colheres de sopa de sementes de linhaça
  • Canela q.b
  • Noz moscada q.b

 

Preparação:

Juntar os ovos, a farinha de arroz, a maçã, o leite, o azeite, o iogurte e o mel e bater tudo.

Juntar a aveia, as sementes de linhaça, a noz moscada e a canela e levar ao forno pré-quecido a 180º até cozer.

Acho que este foi o melhor bolo que fiz até à data. A farinha de arroz dá-lhe um sabor adociado, o que faz com que só o iogurte, duas colheres de mel e a maçã sejam perfeitamente suficientes.

Peço desculpa por só ter uma foto, mas é que isto desapareceu à velocidade da luz, lol!

 

Experimentem e digam o que acham ❤

 

A*

Casa | Roupa branca e renovada SEM QUÍMICOS.

Casa | Roupa branca e renovada SEM QUÍMICOS.

 
Recentemente, tive um *pequeno* incidente com roupa branca. A máquina de lavar passou-se dos carretos e pôs-se a lavar a 90º uma carga de roupa mista!

…Ok, respirar fundo…

Já sabem o que é que aconteceu aos brancos, não é?

Antes de fritar a pipoca e deitar tudo fora, deixei ali as peças tingidas à espera de um milagre. Além das desgraçadas que ficaram azuladas, tinha também uns bodies do meu filho que estavam com as célebres e teimosas manchas de cocó.

Apesar da pouca esperança em recuperar a brancura de toda esta roupa e da falta de tempo e paciência para me por a esfregar loucamente manchas, decidi usar os meus melhores amigos: o bicarbonato de sódio e vinagre de limpeza!

Uso muitas vezes esta dupla imbatível para tratar da roupa e hoje trago-vos duas formas de a utilizar.

Branquear e tirar nódoas difíceis:

Juntar roupa roupa e fazer um ciclo de lavagem com um detergente à escolha com água morna/quente. 

No compartimento do detergente colocar meia caneca de bicarbonato de sódio e no do amaciador uma caneca de vinagre branco. 

Refresh e suavização de toalhas:

Para manterem as toalhas suaves e limpá-las a fundo basta fazerem um ciclo de lavagem a quente com meia caneca de bicarbonato de sódio no compartimento do detergente e outro ciclo, também a quente, com uma caneca de vinagre.

Em momento algum devem acrescentar detergente ou amaciador  pois o objectivo é penetrar as fibras das toalhas e retirar-lhes os restos de amaciador e detergente que se acumulam com as lavagens. 

O resultado são toalhas frescas,  de cores vivas e sem cheiro de humidade assim que toca na pele molhada.

Podem ainda usar esta combinação para:

  • Desentupir ralos 
  • Limpar humidade dos azulejos 
  • Limpar o forno

Tudo isto a baixo custo, sem prejudicar o ambiente, e sem introduzir componentes tóxicos na nossa casa! 

Costumam usar? 
A*

Receita | Panquecas salgadas de milho.

Receita | Panquecas salgadas de milho.

Depois de muitos anos a tentar descobrir a receita dos croquetes de milho que eram servidos no refeitório da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, e de falhar redondamente a cada tentativa de reproduzi-los, optei por fazer um snack salgado que não fosse frito mas que me lembrasse dos saudosos croquetes!

Não tem sido nada fácil comer bem porque, além de estar sempre cheia de fome, não sei o que se apoderou de mim que só me apetece comer porcarias! 😦 Mas, como eu sou mais forte que estes apetites do mal, trago-vos hoje uma receita super simples de panquecas de milho.

Ingredientes:

  • 1 lata de milho
  • 1/4 de caneca, mais duas colheres de sopa de farinha de arroz
  • 1 colher de chá de fermento
  • 1 ovo
  • sal e pimenta a gosto

 

Misturar todos os ingredientes num recipiente e ir colocando, em colheradas, o preparado numa frigideira untada cm um óleo à vossa escolha.

Deixar cozinhar até ganhar uma cor dourada/acastanhada de ambos os lados.

Serve 6 panquecas.

Mais fácil que isto não há!

Como foi a primeira vez que fiz esta receita, quis mantê-la simples mas podem temperar com ervas ou especiarias à vossa escolha!

IMAG0572.jpg
Panquecas de Milho com salada de rúcula e canónigos, acompanhada de sopa de abóbora!

 

Espero que gostem!

 

A*

Update | Regresso ao trabalho & Novas rotinas.

Update | Regresso ao trabalho & Novas rotinas.

Pois é, acabou-se a licença de maternidade (e as férias, e os feriados e mais aquelas horas que estavam guardadas e tudo aquilo que pude usar para esticar o tempo em casa) e, mais uma vez, estou em testes na nova rotina, agora com o bebé.

Não me tem sobrado muito tempo para escrever mas, o facto é que, todas estas mudanças também acabam por trazer algumas ideias novas sobre o que partilhar aqui.

Há muito que não posto as minhas aventuras culinárias, porém tenho uma lista de coisas que quero e ando a experimentar, logo, hei-de escrever sobre elas aqui. Ando a tentar regrar mais a alimentação novamente, sem deixar de satisfazer este apetite de leão e, confesso, tem me custado um pouco, mas com tempo e força de vontade hei de chegar lá.

Agora que saio, obrigatoriamente, de casa todos os dias ando a tirar a barriga de misérias da minha querida roupa de Inverno, que já me serve em condições outra vez.

 

IMAG0513.jpg
Por favor, ignorar a palete de leite…!

 

O mais fixe deste regresso à “vida normal” é energia e rapidez que voltei a ter. Ando em modo Rocky no metro, todas as manhãs.

 

rocky-steps-69289
Eu, cada vez que subo um lance de escadas.

 

Espero que continuem por aí pois o meu objectivo é continuar a actualizar aqui o sítio!

A*