A tua gravidez…e as outras pessoas!

A tua gravidez…e as outras pessoas!

A gravidez é, sem dúvida, uma experiência única.

E parece toda a gente gosta de participar dessa experiência!

Nesta fase da tua vida, vais notar várias comportamentos alheios e alguns deles vão fazer-te pensar:

giphy

 

Segundo a minha experiência até agora, aqui vão algumas coisas que tenho vindo a ouvir/presenciar/aperceber-me desde que fiquei grávida e que me fazem cringe a little bit!

 

  • Tornas-te “pública”: Estás grávida? Awesome! De repente, TODA A GENTE pode abordar-te, falar contigo, mexer na tua barriga, dar palpites sobre o sexo do bebé, etc. Enfim, é uma alegria! Grávida é de todos #not!

 

  • Lições de vida de mãe: “Agora é que vais saber o que é isto/aquilo!” ;”Agora vais compreender muita coisa”; “Oh filha, agora é que vão começar as ralações”; “Nunca mais vais viver descansada”! 

 

200

 

  • Deixas de decidir o que comes: Ora é porque estás a comer muito e vais engordar muito e isso vai dificultar o parto, ora é porque comes pouco e devias comer mais massa e pão para “fortalecer” a criança. Ou ainda é porque não podes comer A,B,C ou D porque a criança nasce com a cara torta ou, secalhar, não devias ser tão picuinhas porque antigamente comia-se de tudo e nascíamos todos bem…Erm…nem todos!

 

  • O teu nome agora é “mãe/mamã”: Ok, sobre esta vou alongar-me um pouco mais porque detesto isto. Sempre que interages com outras grávidas/mães de crianças (principalmente se não as conheceres) ninguém te pergunta como te chamas.

 

Automaticamente é: “A mãe já experimentou A/B? “; “Mamã, o seu filho é lindo!”

200 (1)

Não. Simplesmente não. Eu tenho nome e não vai ser a maternidade que o vai mudar. O meu filho, sim, deve chamar-me mãe, não as outras pessoas! É assim que se tira, pouco a pouco, a individualidade da mulher em função do seu papel como mãe, como cuidadora, como criadora. Esta é, apenas, uma parte da vida da mulher, e para muitos nem chega a ser, porque não somos obrigadas. Compreendo que para muitas mães, este hábito possa significar entre-ajuda e companheirismo mas eu, pessoalmente, vejo-o como aquilo que sempre temi caso viesse a ter filhos: Tornar-me na mãe de X, tanto e exclusivamente isso que até me fez perder o meu nome próprio.

Todos nós temos a nossa opinião e, felizmente, as mesmas divergem, pelo que, provavelmente há quem discorde totalmente do que digo aqui, ou ache um exagero, ou sabe deus o que mais, mas é mesmo assim!

 

Por aí, alguma situação caricata, ou que vos tenha feito ferver as hormonas, que queiram partilhar?

 

A*

 

6 thoughts on “A tua gravidez…e as outras pessoas!

  1. “O meu filho, sim, deve chamar-me mãe, não as outras pessoas! É assim que se tira, pouco-a-pouco, a individualidade da mulher em função do seu papel como mãe, como cuidadora, como criadora. Esta é, apenas, uma parte da vida da mulher, e para muitos nem chega a ser, porque não somos obrigadas.”

    Simplesmente amei!!!! Quero colocar em um quadro para todos verem. Vou compartilhar seu post no minha pagina do face, posso?
    Você será uma mãe maravilhosa, já estou orgulhosa por você!
    Bjks.

    Liked by 1 person

  2. Gravida pela primeira vez nunca tinha pensado nestas novas aventuras… Sinto o mesmo… Todos dão opinião, todos têm uma licenciatura ou mesmo doutoramento em Medicina e educação!!! Lol
    É outra cena… Odeio que me mexam na barriga… E nem perguntam…
    Adorei o artigo! Beijo

    Liked by 1 person

    1. Olá Ana! Em primeiro lugar, parabéns pela gravidez 😀 ❤ (Se bem percebi também estás grávida, certo?)

      Acredito que a grande maioria das pessoas fale/aja sem maldade, só com o intuito de ajudar mesmo. O problema é que às vezes não pensam antes de falar ou agir xD.

      As "histórias de terror" também são uma constante mas concentra-te em ti e no teu bebé e ignora esses relatos!

      Um beijinho e que corra tudo bem! *

      Liked by 1 person

  3. Tudo o que descreveste acima mais um extra: “mas vais continuar a ser vegetariana? e o bebé? vão obrigá-lo a ser vegetariano? acho muito mal” revirei tanto os olhos que acho que vislumbrei o meu cérebro.

    Gostar

    1. Isso até merece um post a parte hahaha.

      Apesar de não ser 100% vegetariana também já me perguntaram várias vezes : então e vão dar carne a criança? E tu? Agora que amamentas tens de comer (leia se: comer carne). É mesmo de se revirar os olhos, principalmente quando dizem quem acham mal e até dizem que hão de dar um bife ao miúdo quando a mãe não estiver!!!!!!

      Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s