PANTENE CLINICARE HAIR TIME RENEWAL- REVIEW E SORTEIO!!!

PANTENE CLINICARE HAIR TIME RENEWAL- REVIEW E SORTEIO!!!

Fui casada com a Pantene durante muitos anos.

Como em qualquer casamento por conveniência (que, neste caso, era comprar o mesmo champô para todos) o mesmo deu-se às infinitas boas qualidades enumeradas pela minha mãe (e pelo meu pai, até) deste conjunto de champôs, amaciadores e máscaras.

A verdade é que foi um casamento feliz. Aprendi a gostar muito desta marca e só me separei dela por mera curiosidade relativamente a outros produtos. Há que variar.

Ainda assim, sempre fui comprando uma coisinha aqui ou ali. Não era a marca predominante nas prateleiras, mas nunca a abandonei na totalidade.

Eis que, nas minhas longas e lentas passeatas nos corredores de produtos de cabelo numa das minhas lojas preferidas de Madrid, -a XOYO- dou de caras com uma linha da Pantene que eu nunca tinha visto nos supermercados:

PANTENE CLINICARE – HAIR TIME RENEWAL

IMG_20160227_193530

Uma gama que se vende apenas no Médio Oriente e alguns países da Ásia como Hong Kong, Taiwan, Japão e também na Austrália, só a encontrei porque estava numa loja que vende produtos que não são exportados para cá.

Em Portugal existem algumas lojas deste tipo (ex: DeBorla), pelo que há sempre a possibilidade de encontrarem estes produtos há venda, mas não é garantido, claro.

Uma linha desenhada para recuperar, em pouco tempo, os danos que o cabelo sofre com o tempo, manipulações químicas e condições atmosférias, a CLINICARE promete devolver a saúde e a vitalidade aos cabelos em um mês.

Convenhamos que, esta questão de resultados em 30 dias ou seja quanto tempo for, está dependente de vários fatores, pelo que, sempre preferi ignorar esta parte.

Comecei por usar o condicionador e posso dizer que, desde a primeira utilização (sim primeira!!) notei diferenças. Não posso assegurar que o cabelo esteja, efetivamente, mais saudável mas garanto que em termos de aspeto o resultado é substancialmente melhor.

Tanto o champô como o condicionador têm uma textura e cheiro agradáveis e não é preciso exagerar na quantidade de produto aplicado aquando de cada utilização. Pessoalmente falho redondamente neste passo, porque não conheço esse conceito de “apenas uma noz de produto”. Eu ponho bastante, mesmo. Certamente que saberão utilizá-lo da melhor forma tendo em conta o vosso tipo de cabelo e comprimento do mesmo.

Este duo é dos meus preferidos no que diz respeito a produtos capilares e, enquanto os encontrar, vou com certeza usá-los frequentemente. O cabelo fica brilhante, macio, definido e com um ar muito, muito saudável. Um must-have total!

 

E como eu gosto é de espalhar o bem…

Tenho para um champô e condicionador desta gama para SORTEAR!

As regras para entrar no GIVEAWAY são simples:

 

  • Preencher o formulário (aqui).
  • Fazer LIKE na página do blog no Facebook (aqui).
  • Partilhar o post do sorteio publicamente.
  • Marcar 3 pessoas nos comentários.

 

O sorteio durará atè as 23:59 do dia 31 de Março e o vencedor será anunciado dia 2 de Abril!

 

Ah, claro… é INTERNACIONAL!

 

Participem!

 

A*

Everyday Make Up – Looks do dia-a-dia.

Everyday Make Up – Looks do dia-a-dia.

Não, eu não me maquilho todos os dias.

Tenho fases em que sim, mas não é regra. Mas como já sabem eu cá não gosto de regras.

Apenas as sobrancelhas merecem a minha atenção todos os dias, preciso das minhas sobrancelhas espessas e marcadas para intimidar os seres humanos que cruzam o meu caminho. The brow game must be strong everyday.

Nesses dias em que decido sair maquilhada, existem uns quantos looks simples que gosto de usar.

1

O meu go-to-look, normalmente tem sempre eyeliner. Seja com lápis, liner líquido, liner só na parte superior, liner esbatido, liner definido…como quiser.

Como máscara de pestanas, basta que as marquem e que cumpram a sua função. Não faço questão de ficar com umas pestanas longas e esvoaçantes. Até porque depois batem nas lentes e é uma chatice.

Como já referi aqui no blog, as cores nude e terra ganharam um espacinho especial no meu coração de há uns tempos para cá e não creio que haja selecção de cores que mais goste para usar no dia-a-dia.

Mesmo que não queira usar sombra, aplico sempre um pouco de um tom que seja idêntico ao da da minha pele, só porque não gosto mesmo daquele brilho que fica nas pálpebras, devido ao excesso de óleo. Eww. Not.

Também há dias em que gosto de andar com olho tudo e aí já uso cores mais escuras. Os cinzas e os vinhos são a minha perdição.

 

Apesar de amar batons, muito, mas muito raramente saio de lábios pintados. Os meus lábios são extremamente secos e facilmente gretam deixando aquele aspeto horroroso no batom. Além disso, eu falo pelos cotovelos e o cigarrinho também não me larga(va).

Mas, pior que tudo isso…

Eu ODEIO retocar maquilhagem.

Nunca o fiz. Recuso-me a fazê-lo.

Certifico-me que me maquilho em condições antes de sair e tento garantir o máximo de duração possível.

Nada contra quem o faz, isto é só uma questão minha, uma implicância, certamente, sem muito sentido. Mas não, não é para mim ir para o WC e colocar a segunda camada. No thanks.

Ora com o batom isso tem de, impreterivelmente, acontecer.

Nos dias em que me sinto otimista, opto sempre por cores não muito fortes e que não precisem de tanta manutenção.

2

Mas, aquilo ao que dou mais importância e não poupo nos esforços:

Preparação e maquilhagem do rosto.

Um bom cuidado da pele (muito importante!!!), uma boa base e cuidado extra neste passo, para mim é o que faz toda a diferença.

Não dispenso o corrector, nem o bronzer, nem o iluminador e só não uso pó solto/ compacto se a base for aquela coisa maravilhosa que já te deixa com um um aspeto mate!

E assim andam os meus looks de dia-a-dia. Simples mas creio que eficazes.

E por aí? Tem algum look específico ou é conforme a vossa vontade cada dia?

A*

Detox Caseiro para o Couro Cabeludo.

Detox Caseiro para o Couro Cabeludo.

O uso frequente de produtos para finalizar o cabelo, ou para mantê-lo definido no day after e a prática de co-wash, por vezes, pode resultar na acumulação de resíduos no couro cabeludo.

A saúde do couro cabeludo é crucial para a saúde do cabelo em si, por isso, este deve ser bem tratado. Tão ou mais que o fio de cabelo em si, afinal se não tratarmos bem da raíz do cabelo, não há produto que o salve.

Como o champô é aquela coisa para usar de vez em quando, principalmente agora com o frio, descobri um detox para os nossos, por vezes, negligenciados escalpes.

É uma fórmula simples, acessível e que qualquer pessoa pode fazer me casa.

Consiste apenas em 3 ingredientes:

  • Azeite (2 colheres de sopa)
  • Canela (1 colher de sopa)
  • Bicarbonato de Sódio (1 colher de sopa)

scalp-detox-recipe

(As quantidades podem variar consoante a densidade e o comprimento do cabelo)

Este detox limpa em profundidade, exfolia, desentope os poros e estímula o crescimento do cabelo.

O bicarbonato atua como agente de limpeza natural, a canela auxilia na exfoliação e o azeite protege o cabelo e o escalpe.

Para dar o último toque, de forma a certificarem-se da limpeza do cabelo sem agredi-lo, e ainda dar lhe um brilho daqueles, depois de retirarem a mistura passem vinagre de maçã e, por fim, retirem com água.

Couro cabeludo purificado, cabelo limpo e 0 agressões químicas! 

Apesar de ser uma prática recomendada, é aconselhável que se faça, no máximo, apenas uma vez por mês.

 

Meal Prep Sessions – 4ª semana de Fevereiro

Meal Prep Sessions – 4ª semana de Fevereiro

cook-366875_960_720

Esta semana o meu menu vai cumprir aquilo que me apetece comer e que me sabe bem a qualquer hora:

Salada!

(Olhem se me apetecesse comer hamburgers??)

Posto isto, fiz apenas 3 pratos que podem ser guardados e, de resto, o trabalho consistiu todo na preparação dos ingredientes para, quando necessário, ser mais fácil compor as saladas.

O menu planeado para a semana é:

  • Hamburgers de feijão vermelho, aveia e coentros.
  •  Salada de manga, espinafres, pimento e lentilhas.
  • Tabbouleh de quinoa (receita aqui no blog).
  • Salada de grão, atum, espinafre, tomate e cebola.
  • Sopa de grão e espinafres.

img_20160221_122258.jpg

Nota: Os ingredientes do tabbouleh estão separados porque o Mr. não gosta de quinoa, então, o tabbouleh dele é com cous-cous.

Fiz também hummus (digo aqui como faço), só porque nunca é demais ^^

Sim, foquei-me nos espinafres esta semana. Devia comer mais, mas como tenho falhado que nem notas de 1000, toca a redimir-me!

Espero que gostem e, já sabem, perguntas, dúvidas, sugestões ou receitas é só deixar aqui nos comentários! ❤

 

 

A*

Baby Loading…Diário da Gravidez – Semana 5 a 12

Baby Loading…Diário da Gravidez – Semana 5 a 12

Pois é, pois é…Tendo em conta o meu estado atual, porque não um diário da gravidez?

Vamos lá então começar!

Descobri às 5 semanas que estava grávida só e apenas pela falta do Red. Não andava a dormir pelos cantos, nem a vomitar desalmadamente nem pensei que tinha alguma doença grave. Estava fresca e fofa. Só que o Benfica nada de jogar em casa…

Como gosto pouco de andar na dúvida, o melhor era tirar logo a prova dos 9 e fazer o teste. Ás 7 da manhã do dia 17 de Dezembro, tcharaaaaan, deu positivo. Não estava a tentar, mas sabia que podia acontecer.

Chorei – nem sei de que, para dizer a verdade – e mentalizei-me que era a sério. Estava feliz, mas era uma felicidade nova, totalmente desconhecida, por isso, não sabia como reagir.

Automáticamente pus me a ler TUDO o que havia sobre gravidez! Apercebi-me de que não sabia nada, que para mim, quando alguém anunciava a boa-nova eu pensava:

Nice! Parabéns, é esperar 9 meses e done!

Meu Deus, eu acompanhei algumas gravidezes bem de perto, como podia não saber nada?

Verdade seja dita, eu sou uma cabeça no ar e não era um tema que me suscitasse interesse ou curiosidade suficiente para compreender todo este percurso.

A primeira coisa que senti foi preocupação, preocupação extrema. Antes de idealizar a criança e criar qualquer laço, de repente, senti-me apavorada.

E se acontece alguma coisa?

E se eu faço ou fiz alguma coisa que possa prejudicar o bébé?

Será que posso comer isto?

Ai não saias dai, só daqui a 9 meses, please!

Posso dizer que desde o dia em que descobri que vinha aí um rebento até ao dia da primeira ecografia eu só sentia ansiedade e preocupação. Nem quis fazer grande festa relativamente à novidade porque tinha lido demasiadas coisas (a Internet é lixada) e queria certificar-me que estava tudo bem.

Os meus sintomas começaram a fazer-se sentir aproximadamente uma semana após o teste mas, segundo o que dizem, sou uma sortuda.

th.

  • Apesar de ter um apetite normal, de vez em quando sentia uma vontade enorme de comer pizza e não descansava enquanto não comesse!! Eu bem a evitei mas ao terceiro dia teve de ser. Passou.
  • Nos momentos em que a fome aparecia, vinha também uma sensação de enjoo super incomodativa que fazia com que a maior parte da comida me desse nojo. Estão a imaginar a agonia de estar com fome e estremecer perante a visão da comida? Não é fácil.
  • Ganhei um ódio especial aos ambientadores e por muito bom que digam que é o cheiro, eu simplesmente não os suporto.
  • Dei por mim a chorar mais fácilmente, ainda que não andasse por aí a lamuriar-me sem razão.
  • E por fim, o cansaço e o sono. Isso sim veio com força! Só queria (quero?) estar deitada, inerte, sem acção ou reacção para nada e, de preferência, com possibilidade de ir dormitando aqui e ali. Sério, nunca tive tanta vontade de hibernar na vida. Durmo 9 a 10 horas por noite e, mesmo assim, acordo como se um camião me tivesse passado por cima e como se o despertador fossem facas nas minhas costas.

 

 

Assim foram as minhas primeiras semanas até à tão esperada semana 12! No próximo diário já vos conto como é a vida depois do primeiro trimestre :p

 

A*

 

Meal Prep Sessions – 3ª Semana de Fevereiro

Meal Prep Sessions – 3ª Semana de Fevereiro

cook-366875_960_720

Este fim-de-semana reservou-me menos tempo livre para, calmamente, cumprir com o meu objetivo de todos os domingos: Meal Prep!

Mas o próprio conceito de meal prepping serve para organizar-me mais e gerir melhor o meu tempo, por isso, o desafio desta semana era não deixar os meus planos para trás nem abdicar do meu conforto de chegar a casa e ter comida feita toda a semana!

Entãaaaaaao…

Como domingo estava preenchidíssimo e a tarde de sábado também, fiz todos estes pratos no sábado de manhã (Ajuda muito virem trazer as compras a casa de manhã cedo, confesso!)

Depois de muito pensar num menu durante a semana, decidi tudo à última da hora.

Coisas à Andreia !

IMG_20160213_134909

Esta semana, como menu, temos:

  • Sopa de tomate, pimento e courgette assados.
  • Bacalhau refogado com grão.
  • Caril de Lentilhas.
  • Salada de tomate, pepino cebola e atum.
  • Penne com molho de tomate. (No caso de me apetecer comer algo mais decadente #coisasdegrávida)

 

Já sabem, se quiserem alguma receita ou fazer alguma sugestão, é só deixar nos comentários! ❤

 

A*

 

 

Relaxante Natural da Capicilin – Review

Relaxante Natural da Capicilin – Review

Depois de tanto, e tão bem, ter ouvido falar deste produto decidi arranjar uma forma de testá-lo.

Sempre vi bloggers e youtubers brasileiras a falar do Relaxante Natural da Capicilin mas nunca o tinha visto à venda. Nem na net consegui encontrar.

Quando já estou a desistir, eis que uma amiga pergunta se quero algo do Brasil!

AAAAIIIII!! SIMMM!!!

Finalmente vou poder usar o famoso Capicilin nos meus caracóis *grita histérica*!!

295798_460

 

Falando mais a sério:

Apesar do nome relaxante natural e de dizer redutor de volume na embalagem, este produto não relaxa o cabelo nem lhe retira volume, sendo que, simplesmente, doma um pouco o frizz. (Confesso que se tivesse apenas visto estas descrições na embalagem antes de conhecer opiniões, NUNCA compraria este produto. Afinal o meu cabelo não está stressado para precisar de relaxante, e o volume é tudo nesta vida)

Visto que todas as meninas de cabelos encaracolados, volumosos e lindos usavam este gel, estava ansiosa para ver os resultados do mesmo na minha juba.

Devo dizer que a minha expetativa era tão, mas tão alta que acabei por desiludir-me um pouco. É claro que não há milagres e que, no final, cada cabelo é um cabelo e os produtos reagem todos de forma diferente em cada um. Mas como não me dou por vencida facilmente, por isso, decidi tentar usar a minha nova aquisição de outra forma.

Como passo final na finalização o resultado não me seduz, porque tenho sempre “segurar” com mais alguma coisa, porém, este gel da Capicilin é ótimo para aplicar em tudo o que é baby hairs e para dar um ar mais penteado àqueles cabelinhos rebeldes que saem por todo o lado quando apanhamos o cabelo. Ou seja, estou a usar exactamente como um gel, de fraca fixação, que não danifica nem seca os fios, dando-lhes um ar saudável, brilhante e naturalmente arranjado.

De salientar que cheira deliciosamente bem!

Estou bastante satisfeita com o produto em si mas tive de adaptá-lo ao meu tipo de cabelo e descobrir a melhor forma de utilizá-lo. Vale a pena!

 

A*

Meal Prep Sessions -Menu 2ª semana de Fevereiro

Meal Prep Sessions -Menu 2ª semana de Fevereiro

 

cook-366875_960_720

Ando há meses a tentar pôr a preguiça de lado e voltar a um hábito extremamente saudável e, principalmente, crucial para quem quer manter uma alimentação regrada.

Meal Prep

Horas e horas de YouTube, ensinaram-me que podemos simplificar as nossas refeições mantendo-as na linha (e a nós também) e poupar t€mpo com este método.

Basicamente, consiste em preparar todas as refeições da semana no fim-de-semana e congelar (se necessário) tudo de forma a que possamos chegar a casa e comer sem passar pelo stress do “o que é que eu vou fazer para o jantar”!

Há quem prepare todas as refeições do dia, incluindo o pequeno-almoço, há quem faça só um prato em grandes quantidades e divida entre os dias, há quem apenas prepare os ingredientes para que estejam prontos a cozinhar…Cada pessoa pode e deve adaptar o seu meal prep às sua necessidades.

No meu caso, sempre preferi preparar um prato diferente para cada dia, concentrando-me apenas nos jantares.
Sabem aquela angústia de chegar a casa tarde, cheia de fome, cansada e sem vontade de cozinhar e acabamos por encomendar uma pizza? Pois é, não é fácil e não faz bem!

Decidi voltar a fechar-me na cozinha ao domingo e facilitar tooooooda a minha vida no resto da semana.

Como vos disse, normalmente concentro-me mais nos jantares já que aos almoços não me importo de comer uma sopa todos os dias!

Este será o primeiro dos muitos posts semanais (espero!) onde partilharei os menus escolhidos ^_^!

IMG_20160207_161539

Ok, então o menu desta semana é:

  • Chili Vegetariano.
  • Salada de grão (atum, ovo cozido, cebola e azeitonas).
  • “Hamburgers” de feijão preto (que vão acompanhar uma salada de rúcula e passas que só é feita na hora, claro.).
  • Panga no forno com tomate, cebola e couve de Bruxelas.
  • Salsichas de soja e espargos salteados com arroz (integral) de tomate.

 

Ontem, ainda fiz um creme de cenoura e alho-francês, mas vou reservá-lo para os meus almoços.

Costumo, inclusive, estipular em que dia comemos o quê, mas nem sempre cumprimos a ordem a que nos propomos ;_; De qualquer forma, o objectivo é ter um prato para cada dia e não saltar nenhum.

Aceito e agradeço sugestões de receitas (sem carne, please) ❤

 

Se quiserem saber como faço qualquer um destes pratos, deixem nos comentários e faço um post com a(s) receita(s)!

 

Kissu!

 

A*

Desafio Fotográfico de Fevereiro

Desafio Fotográfico de Fevereiro

Pessoal, decidi juntar-me a este desafio, muito engraçado, criado pela Blogger & YouTuber Marisa Ferreira.

Se ainda não a conhecem, podem seguir o blog dela aqui e o canal do Youtube aqui.

Como podem ver pela imagem, devemos postar uma foto todos os dias do mês relacionadas com o tema que corresponde a cada dia.

img_20160131_220134.jpg

 

Esta iniciativa é ótima para manter as redes sociais ativas e para que possamos conhecer-nos um pouco mais :).

Se quiserem seguir a minha participação no desafio, acompanhem página do blog no Facebook aqui ❤ Se ainda não fizeram like, aproveitem agora! #pedinchona

Se quiserem entrar no desafio também, não se esqueçam de usar a hashtag #marisaferreirablog e partilhar muito as vossas fotos :).

 

A Marisa já revelou que em Março haverá mais, por isso, atentos aos posts dela!

A*

Alisar o cabelo – Produtos e Cuidados.

Alisar o cabelo – Produtos e Cuidados.

E porque eu gosto sempre de sair da minha própria norma, venho partilhar convosco os produtos que utilizo e os cuidados que tenho quando aliso o cabelo.

 

Pois é, pois é…Eu sou uma defensora do cabelo natural e do soltar dos caracóis mas também sempre gostei de cabelo liso. Só já não sou escrava do secador e da placa!

Nas últimas duas semanas tenho optado por usar o cabelo liso. Estava com vontade de mudar, mas não queria cortar mais. Pintar também estava fora de questão.

Olha, vou esticá-lo.

200_s

Quando decido alisar o cabelo, os cuidados alteram-se logo a partir do momento da lavagem.

Como uso alguns produtos para tentar manter os caracóis o máximo tempo possível, é muito importante lavar muito bem o cabelo antes de o alisar para que não fiquem resíduos desses mesmos produtos.

Capricho, como sempre, na hidratação e enxaguo muito bem para garantir que não fica lá absolutamente nada.

Antes de passar com o secador aplico este meu amigo de longa data:

images

Este óleo funciona como sérum, protetor de calor, e ajuda o alisamento!

É, basciamente, um tudo em 1!

A sua textura é relativamente espessa, mas não é um óleo pastoso, o que facilita a sua absorção por parte do cabelo.

Visto que a minha cabeleira é seca e isto aqui em Madrid é um deserto autêntico, passo um pouco deste sérum antes de finalizar com a placa.

A placa que eu uso é de cerâmica e a marca é a IMETEC.

images (1)

Foi das melhores compras que fiz até hoje. Comprei-a por 32€ há cerca de 6 anos e, apesar do uso e do abuso, da gata ter roído o cabo, do traz e leva e todas as outras adversidades pelas quais já passou, aqui se mantém! impec!

 

Depois de finalizado, se houver essa necessidade, passo um óleo leve só para dar aquele acabamento final!

E, porque os desígnios do meu cabelo são insondáveis, dois dias depois a raíz começa a ficar oleosa! Como se eu tenho o cabelo seco?

Quem vem em meu auxílio? O champô seco!

descarga

Aplico quando necessário na zona crítica e voilá! O cabelo fica volumoso, com aspeto limpo e a cheirar muito bem. É mesmo um milagre ❤

 

 

 

 

Vocês têm algum cuidado especial quando alisam o cabelo?

Contem tudo!

A*