Tokyo 2009 -2015 – As minhas impressões.

Tokyo 2009 -2015 – As minhas impressões.

Voltei!! 😀

Finalmente com tempo e disponibilidade para postar sobre a minha viagem a Tokyo e sobre o costume, claro :)!

Então, só para introduzir o assunto:

O meu interesse pelo Japão surgiu porque, em 2007/2008, foi me apresentado o movimento Visual Kei. Comecei a interessar-me cada vez mais pela diversidade musical e estética associadas ao género e, com isso, veio o interesse crescente pela vibrante cultura pop Japonesa.

Megaromania-megaromania-25056722-500-321
Megaromania – Uma das minhas bandas VK favoritas.

Até hoje, o que mais me chama ao Japão é a moda e a música, apesar de ter vindo a conhecer (e apreciar) outros pontos da cultura nipónica como a comida ou o cinema, por exemplo.

IMG_20151119_140747[1]
Okonomyaki – Prato típico de Osaka.

Visitei o Japão pela primeira vez entre Setembro e Outubro de 2009 e mal podia conter a ansiedade! Fui com amigos que partilhavam os mesmos gostos que eu e foi, indubitávelmente, uma experiência inesquecível!
Desta vez, em circunstâncias diferentes mas não menos entusiasmada, regresso à minha cidade preferida com o meu Mr. que também queria muito lá voltar.
Assim que entrei no metro aquele cheiro a Japão reavivou-me imensas memórias (tenho uma cena com os cheiros. Se me quiser lembrar de algo basta um cheiro e de repente as imagens começam a aparecer-me) e aguçou-me ainda mais a vontade de voltar a ver a cidade. Desta vez, com outros olhos.

Passaram 6 anos e, parecendo que não, as coisas mudam.

Um claro sinal disso foi chegar a qualquer balcão e ser atendida, sempre de uma forma extremamente cordial, como é costume nos japoneses, em INGLÊS!
Apesar do Mr. dar cartas no japonês, eu sei… praticamente nada. Faço perguntas e não entendo as respostas, sei palavras soltas, ou seja, vou arranhando de uma forma muito deficiente. Ainda assim, de acordo com a minha experiência de 2009, sabia que teria de esforçar-me para entender e fazer-me entender no meu paupérrimo japonês, mas qual não é o meu espanto quando vejo toda a gente a, pelo menos tentar, comunicar em inglês.
Para justificar tal situação, servirá também o facto de se ver muito mais estrangeiros ocidentais na rua, tanto turistas como imigrantes.
Lembro-me de, há 6 anos atrás, os únicos ocidentais que víamos eram aqueles que, como nós, consumiam muito entretenimento japonês e Tokyo era a sua meca. Desta vez vi o típico turista, os que já fizeram famíla lá e que estão perfeitamente integrados, os que foram à procura daquilo que só está disponível lá e os que só lá estavam em trabalho.

Outro aspecto que me chamou à atenção foi, como já seria de esperar, os estilos que se veem nas ruas. O Japão é conhecido pelas modas extravagantes e garridas, normalmente, inspirando muita gente no ocidente (meee!!!) pela sua originalidade e excêntricidade!

harajuku-fashion
Créditos – tokyofashion.com

Apesar de nos últimos anos não seguir o street style japonês como fazia antes, vou conhecendo algumas tendências e acompanhando algumas mudanças.

Reparei que o conceito de Thrifting está em altas, e que quanto mais antigo parecer, melhor.

 

Roupas largas, em várias camadas, num mix de kawaii, vintage e nouvelle vague française, foi o que mais vi a passar.
De resto, os homens continuam a usar uns penteados extraordinários e o bom gosto pelos sapatos e malas também continua intacto (especialmente as malas que são um must, na minha opinião).

Também continuo a gabar às japonesas o espírito de sacrifício no que diz respeito ao uso de saltos altos o dia todo, todos os dias. Combinam perfeitamente com a roupa sempre super princesinha em tons beige e pastel, o cabelo sem um fio a sair do sítio, e uns quantos acessórios e maquilhagem a condizer.

Estranhamente, grande parte das pessoas que vi e que tinham estilos mais “japoneses”, digamos assim, eram estrangeiras! Curioso.
Em suma, pareceu-me uma cidade mais aberta e que se tem deixado influenciar pelo exterior em alguns aspectos, no entanto, não perdeu nem um pouco da sua autênticidade e encanto.

Continua a mesma Tokyo ilumindada, colorida, sonora, inspiradora e ÚNICA de sempre.

IMG_20151117_181453[1]

 

Já tenho saudades ❤

A*

7 thoughts on “Tokyo 2009 -2015 – As minhas impressões.

  1. Gostei imenso de ler a tua nova impressão de Tóquio. Parece estar diferente, claro, o tempo passa e as modas mudam.
    Tiveste apenas em Tóquio ou também foste a Osaka?
    Obrigada pelo post interessentíssimo!
    Adoraria voltar a Tóquio também.

    Liked by 1 person

    1. Oláaa! Obrigada 🙂 sim, notam-se algumas diferenças mas é como digo eu também estou diferente e isso influencia , certamente. Estive só em Tokyo, mas gostaria muito de ir a Osaka numa próxima. Gostava de saber a tua opinião, por isso se fores já sabes :*

      Gostar

  2. Gostei muito do post, já ansiava por ele. Quando dizes ” grande parte das pessoas que vi e que tinham estilos mais “japoneses”, digamos assim, eram estrangeiras! Curioso.” possivelmente tal acontece por os ocidentais não estarem assim tão bem informados no que se refere as novas tendências. Fiquei curioso como estará a tecnologia, principalmente a tecnologia móvel. Enquanto nos telemóveis ocidentais a Internet dava os primeiros passos, no Japão já eram equipamentos baseados na Internet. NFC a tecnologia que permite usar os telemóveis como cartão de crédito e passe de transportes só agora esta a dar os primeiros passos no Ocidente e QR Code é ainda bastante recente por cá. Por outro lado cá ja tinha pegado a moda dos touch e lá ainda não havia muita aderência, possivelmente por ainda não ter qualidade suficiente para agradar o exigente consumidor niponico. Lembro-me de ver poucos telemóveis não japoneses por lá, vi alguns iPhone e vi também mas em muito menor numero Nokia. E agora? Desculpa o testamento. Beijinhos

    Liked by 2 people

    1. Olá Paulinho, muito obrigada pelo comentário!

      Então, relativamente às tendências: também fiquei com a impressão de que estamos um pouco atrasados no que diz respeito a isso. Não quer dizer que não continues a ver estes estilos que foram abraçados pelos ocidentais nos japoneses, simplesmente vê-se menos.

      Quanto à tecnologia, não sou a melhor pessoa para te responder :p mas do que vi de telemóveis, não notei uma diferença tão grande entre os que se usam por cá e os de lá. Muita gente em iphones e touch e os famosos telemóveis quadradões de capa já são cada vez menos.

      Obrigada pelo esclarecimento sobre a tecnologia dos telemóveis hehe esta já é mesmo a tua praia!

      Beijinhos.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s