UPDATE | Chegada, Mudanças & Birras. 

UPDATE | Chegada, Mudanças & Birras. 

Estou viva! Sobrevivemos!!
Apesar de eu já estar habituada a mudanças (este é o oitavo sitio para onde me mudo #nómada) esta foi a mudança. Família de 3 a mudar de país é dose e mesmo sem muitos pertences como mobílias ou máquinas, não deixa de ser stressante. 

Desde encontrar uma nova casa, coordenar datas, providenciar transportes,  até fazer com que tudo isto corra bem pelo menor custo possível, digo – vos que não será para repetir a proeza tão cedo.

Imaginem tudo isto com uma criança de 15 meses que decidiu fazer greve de fome, gritar porque sim e exigir estar ao colo da mãe 24/7.

*respira fundo*

Não é fácil.

A parte gira é ver-se formar o nosso novo canto, com coisas à  nossa escolha e começarmos a projetar os próximos tempos mais perto da família e dos amigos.

Mas tudo isto continua a dar imenso trabalho e eu sou aquela ave rara que nem sequer gosta de andar às voltas no ikea!

 Não tarda, começarei as limpezas e as arrumações e espero poder sentar-me, respirar fundo e dizer: já está!

Já só falta o quase!
A*

Beleza DIY | Exfoliantes Caseiros para Rosto e Corpo.

Beleza DIY | Exfoliantes Caseiros para Rosto e Corpo.

Ao contrário do que acontecia não há tanto tempo assim, é raro comprar produtos para tratamento da pele.

A última vez que o fiz foi, mais ou menos, quando fiz este post sobre rotina de cuidados do rosto onde falo sobre alguns produtos que costumava usar da Yves Rocher. Acontece que, com a comercialização da marca na China e a minha vontade de gastar cada vez menos nestas coisas, fez com que ganhasse mais interesse em receitas caseiras e DIY deste tipo de cosméticos.

O exfoliante é aquele produto que gosto sempre de ter porque acho que, por muito cuidado que tenhamos com hidratação e mais seja o que for, a exfoliação é essencial para o sucesso de todas as outras etapas.

Exfoliar significa retirar uma camada superficial da pele e tal coisa é conseguida através da abrasão que, por sua vez, significa atrito ou fricção. Assim sendo, qualquer material granulado é capaz de servir de agente de exfoliação. Alguns mais agressivos que outros, temos como exemplos:

  • Açúcar
  • Aveia granulada
  • Bicarbonato de sódio
  • Borra de café

 

Como a pele do rosto é mais sensível, escolhi o café para este processo e misturei-o com óleo de côco.

 

Para o corpo, decidi usar açúcar e óleo de rícino (a sério, estas pernas parecem lixas!)

Para além de amigos do ambiente e baratos, são extremamente eficazes!

Experimentem por aí 🙂

 

 

A*

E chegou o dia em que deixei de comer animais.

E chegou o dia em que deixei de comer animais.

Finalmente, deixei-me de cenas e tomei uma decisão: Não vou comer mais animais.

É verdade que nos últimos 5 anos o meu consumo de carne e peixe diminuiu drasticamente, a ponto da maior parte das pessoas que me conhece considerar-me vegetariana. O problema é que a regra tinha exceções, exceções essas que tinham origem na conveniência (e gula) de comer aquele frango assado ali da esquina que é tão bom, ou de não dizer que não ao esparguete à bolonhesa na casa de uns amigos, ou até mesmo pedir à minha mãe que me faça um bacalhau com natas que aqui em Espanha não há nada disso.

Cada vez mais consciente das minhas escolhas e com cada vez mais informação acerca da exploração animal em virtude destes “apetites” e, também muito importante, do impacto negativo na nossa saúde, chegou um dia em que disse: basta.

Já chega.

Não vou mais comer cadáveres de outros animais nem sucumbir ao egoísmo de tentar ignorar o que estou realmente a fazer ao comer um hambúrger ou uma salada de atum.

O meu objetivo é chegar ao veganismo e creio que não faltará muito para abolir, totalmente, os produtos de origem animal cá por casa.

 

Sinto-me aliviada. A sério.

 

A*

 

Receita | Muffins Salgados de Vegetais

Receita | Muffins Salgados de Vegetais

Se há refeição na qual não costumo variar é o pequeno-almoço.

Pão e café. Sempre. Todos os dias.

É o que eu mais gosto de comer mas sei que, de vez em quando devia variar. Como não sou fã de coisas doces pela manhã as famosas panquecas, bolos ou preparados com aveia estão completamente fora de questão.

Restam-me estes muffins salgados que fiz pela primeira vez, rezando para conseguir comê-los ao pequeno-almoço.

 

Ingredientes para a massa:

  • 1 iogurte natural
  • 6 colheres de sopa de leite
  • 1/4 de caneca de azeite
  • 1 caneca de farinha integral de espelta (podem usar de trigo, claro)
  • 1 colher de chá de fermento para bolos
  • 2 ovos

 

Ingredientes para o recheio:

  • 1 cebola picada
  • 1 pimento vermelho picado
  • 1/2 courgette ralada
  • Uma mão cheia de queijo ralado.
  • Sal a gosto.
  • Cominhos a gosto
  • Cúrcuma

 

Preparação:

Refogar os vegetais em um fio de azeite, juntando os temperos. Reservar.

Bater os ovos e o azeite durante 4 minutos. Depois disso, juntar o iogurte e o leite e bater mais um pouco. Gradualmente, adicionar a farinha, o fermento e, finalmente o queijo. Envolver tudo.

Levar ao forno pre-aquecido a 180ºC e deixar cozer por, aproximadamente, 25 minutos.

 

 

IMAG2829.jpg

Pela primeira vez, soube-me bem comer outra coisa que não pão de manhã 🙂

 

 

 

 

Operação Declutter | Maquilhagem

Operação Declutter | Maquilhagem

Queria fazer isto há muito tempo mas, além da falta de disponibilidade, faltava-me também a paciência para me sentar diante daquela mala cheia de produtos de maquilhagem que estavam ali à espera de um destino.

Era uma vez aquele tempo em que eu queria colecionar produtos e passar os dias a criar looks de maquilhagem como outlet criativo.

Passou. 

Continuo a adorar uma boa full face com tudo o que tenho direito e, sem dúvida, a maquilhagem continua a ter uma presença forte no meu dia-a-dia e no meu ideal de estética, mas passou a ser algo muito pessoal. Já não tenho vontade de partilhar e acho que, em relação ao blog, este tema está saturadíssimo e, a não ser que tenhamos mesmo algo de outstanding para mostrar, perde o interesse.

My two cents, anyway.

Posto isto, resolvi reduzir o número de artigos que tenho, aproveitando para me livrar de muita coisa que já não está, certamente, na validade e ficar apenas com os produtos que uso e cuja qualidade o justifica.

Deixo algumas imagens que, confesso, não ilustram bem a situação mas já dá para ter uma ideia:

 

IMAG2737
O caos total!

 

 

IMAG2742
O resultado final!

 

 

 

IMAG2755
Troquei a gigante mala de maquilhagem por uma bolsa mais pequena. A bolsa de plástico tem a maquilhagem que uso todos os dias.

 

A mala grande continua no mesmo sitio porque dei-lhe um novo propósito!

IMAG2752
Agora é a minha caixa de costura ❤

 

Além de tudo mais limpo e arrumado, sinto um alívio enorme por ter deitado fora o que estava a mais e poder usar o armazenamento que tenho para mais que uma coisa. Pretendo fazer estas limpezas mais amiúde e, de certeza que com a moderação no consumismo, a tendência vai ser a acumular muito menos.

Assim o espero :p

 

A*

Adeus Espanha, Olá Portugal!

Adeus Espanha, Olá Portugal!

Depois de muito tempo a dizer que dificilmente voltaria para Portugal, eis que aparece uma oportunidade para me fazer ver que, independentemente do que pense, o “nunca” e o “sempre” são para evitar. Ainda assim, a minha convicção anterior é tão grande como a atual de que, neste momento, este é o caminho a seguir.

Dizem que o coração muda depois da maternidade, assim como a perspetiva sob a qual protejamos a nossa vida. Sim, é verdade. Além disso, este ano mostrou-me, em primeira mão, que a efemeridade da vida rodeia-nos mesmo quando não a vemos. De repente, o que era já não é e algo diferente terá, obrigatoriamente, de passar a ser. O meu filho tem a sorte de ter avós, bisavós e tios de ambos os lados, para não falar no número generoso de tios-avós e primos nos mais variados graus, pelo que, quero dar-lhe a possibilidade de crescer com a família e, como eu tive, a felicidade de ter muitos sítios onde passar fins-de-semana e divertir-se.

Como forma de amadurecimento e reconhecimento de que, o que pensava há 2 anos atrás, não é estanque nem define o futuro, cheguei (chegámos, que eu não vou sozinha, lol) à conclusão que o meu lugar é junto dos meus, para o bem e para o mal.

 

Sentimentalismos à parte, isto dá uma trabalheira do caraças e já comecei a arregaçar as mangas! Quem me segue no Instagram, já deve ter visto que ando com ideias de fazer um massive declutter à casa e, lógico, a mudança é um pretexto perfeito para embarcar nesta aventura que vai ser separar o que vai, o que fica e o que vai fora! 

Não está fácil, mas vai sair!

 

A*